Você está aqui: Página Principal | Notícias | A Importância da Governança no Desenvolvimento do Território

A Importância da Governança no Desenvolvimento do Território

 

Cláudio Wagner de Castro1

 

O tema governança tem ganhado relevância nas discussões relacionadas ao desenvolvimento local, sobretudo, devido ao fato de não ser possível dissociar o mesmo do processo de evolução econômico-social dos territórios.

A governança e desenvolvimento de territórios, embora debatidos desde o século XIX, ganharam força na década de 1970. Naquele período surgiu o fenômeno denominado “Terceira Itália” que, na sequência, apresentaria ao mundo um novo conceito para a organização produtiva que culminou na formação dos distritos industriais. Estes distritos estão localizados em regiões específicas da Itália que cooperaram para o crescimento de aglomeração de pequenas empresas, dando amostras que a estruturação de uma governança, ampla e efetiva contribuísse para que a Itália se tornasse referência sobre desenvolvimento territorial.

Segundo Dallabrida (2003), governança é o exercício do poder e autoridade para gerenciar um país ou região, compreendendo os mecanismos, processos e instituições por meio dos quais os cidadãos e grupos articulam seus interesses a partir de consensos mínimos. A governança também pode ser compreendida como um grupo de pessoas que constroem e colocam em prática um propósito comum engajando pessoas do território e de uma cadeia de valor de forma voluntária.

Para a formação de uma boa governança é preciso considerar em sua constituição aspectos como em uma empresa privada, avaliando as habilidades ali disponíveis e personalizá-las, de forma que possam contribuir, ao máximo, para o desenvolvimento daquele local. Também é importante que seus membros estejam conscientes da sua atuação voluntária, que precisarão dedicar algumas horas de trabalho para o objetivo comum, coletivo. Outro aspecto relevante é que a governança seja composta por pessoas do próprio território e ainda, que estão inseridas na cadeia de valor daquele setor ou segmento. Seus membros podem ser, no caso do agronegócio, produtores independentes ou vinculados a cooperativas e associações. É importante que esse grupo de pessoas tenham interesses comuns e estejam dispostas a promover o território e os seus produtos.

A governança não é, necessariamente, comercialmente ativa. Por conseguinte, seus membros podem manter a sua independência financeira e jurídica e preservar a sua liberdade de ação comercial, técnica e administrativa, sempre tendo em vista a boa reputação do produto, do território e do êxito da estratégia de valorização conjunta.

Além de uma governança forte, para o desenvolvimento do território aconteça é preciso que se identifique sua vocação e uma boa estratégia que contemple formas de desenvolvimento do produto ou serviço e, no caso do setor de agronegócios, ferramentas que façam a conexão do produtor e do território com o consumidor final.

Também é importante destacar que a estratégia para o desenvolvimento de um território não deve ser imposta. É preciso que o seu processo de construção seja participativo, pois, a mesma quando colocada em prática, passará a fazer parte da vida das pessoas do território.

Um bom exemplo desta conexão é a Região do Cerrado Mineiro, com reputação e expertise na produção de café. Um território relativamente novo para a cafeicultura, desbravado e ocupado por empreendedores visionários que enxergaram naquele lugar um ambiente fértil, carregado de crenças, valores e princípios empresariais para a produção de um café diferente. Diferente pois somente lá pode ser produzido. E é justamente sob a regência de uma Governança estruturada que as estratégias pré-concebidas são implementadas de forma coordenada, seguindo o propósito de se diferenciar através da atitude de seus atores.

O Café de Atitude!

 

1Cláudio Wagner de Castro – Analista Técnico, Unidade de Agronegócios – SEBRAE Minas

Abanorte

Associação Central dos Fruticultores do Norte de Minas

Rua São Pedro, 236, Janaúba - MG, 39440-000 Contato:(38) 3821-2936


Copyright © 2016 ABANORTE - Todos os direitos reservados
Desenvolvido por: Anderson Costa Cel. (38) 99138-7694